Fica difícil imaginar, como um país tão pequeno como Portugal, tenha um cardápio tão vasto e diferenciado por regiões, ou seja, cada pequena divisão desse tão histórico território, conta com várias especialidades, tanto no que diz respeito aos salgados, como aos doces. 

Assim, a empresa teve cuidado de durante os anos de atividade, utilizar de suas origens e pesquisar nessas regiões, o que de mais saboroso havia entre os doces e que seria apreciado pelo paladar brasileiro, levando em consideração nossa geografia e condições climáticas. Constatou-se que como lá, aqui os doces que levam o tradicional Ovos Moles de Aveiro, têm grande "prestígio" e são a base para tantas outras receitas. E então, sempre vem a pergunta: Por que os doces portugueses, são sempre a base de gemas? 

Temos como explicação, uma história muito interessante:

Em seus muitos conventos, espalhados por Portugal, país de grande religiosidade, as freiras se utilizavam da clara para engomar suas vestes e sobravam as gemas. As freiras, para não desperdiçá-las, inventavam doces, por isso a doçaria portuguesa, tem a sua base em gemas de ovos, os quais tiveram sua origem em conventos.